Acho importantíssimo respeitar a vontade de quem me contrata.

Prefiro não impor a minha vontade, desta maneira consigo conciliar a parte técnica da decoração com o gosto do cliente, imprimindo assim sua personalidade, deixando o espaço com “a sua cara".

Procuro sempre aproveitar muitos dos objetos e mobiliários que já existam no ambiente, pois com bom gosto e criatividade, estes podem ser facilmente adequados a novos e pontuais objetos que possam vir a ser adquiridos, trazendo um novo ar ao ambiente. Alem disto, acredito que os objetos que tenham historia e valores afetivos, sejam de grande valor e devem ser mantidos.

É claro, que da mesma maneira, executo projetos desde o inicio, alem da decoração, inserindo projetos luminotécnicos, marcenaria, revestimentos, etc…